Postado por : Tainara Rodrigues 22 abril 2013



Título: Estilhaça-me
Série: Shatter-me - Livro 1
Autora: Tahereh Mafi
Páginas: 304
Editora: Novo Conceito
Resenha por: Tainara Rodrigues
Quando peguei Estilhaça-me para ler, entrei em um mundo que está desmoronando em caos. A doença e a fome estão acabando com a população, os pássaros já não voam mais e as nuvens são da cor errada. E é nesse caos que conheceremos Juliette, aprisionada à 264 dias em uma espécie de hospício pelo Restabelecimento. Sem um contato humano. Uma garota solitária, ingênua, pura de coração, que tem um dom mas que poderia também ser chamado de maldição.
  Ninguém se importa com o fato de que eu não sabia do que era capaz. De que eu não sabia o que estava fazendo. Não faço ideia de onde estou.
Quando Juliette já esta perdendo as esperanças, lhe dizem que vai ganhar um companheiro de cela. E é ai que conhecemos Adam que é um soldado do Restabelecimento, mais que na verdade está ali apenas por um único motivo, salvar Juliette.

Adam é um cara doce, amável, protetor, encantador, que a todo momento mostra a Juliette seus sentimentos. Que faz tudo ao seu alcance para protegê-la.


Ele sussurra:
— Você não faz ideia do quanto pensei em você. De quantas vezes sonhei — ele respira com firmeza —, de quantas vezes sonhei em estar tão perto de você. — Ele se move para passar uma mão pelos cabelos, antes de mudar de ideia. Baixa os olhos. Ergue os olhos. — Céus, Juliette, eu a seguiria para qualquer lugar. Você é a única coisa boa que sobrou neste mundo.

Em contra partida temos Warner que seria o vilão. Ele lidera um pedaço do Restabelecimento para seu pai. Warner é um cara possessivo, duro, arrogante, cruel e sim ás vezes terno, amável mais essa parte só vemos quando ele está com Juliette. Que quer a todo custo Juliette e seu dom.

— Você não tem permissão para falar com os soldados — disse ele. — Se tiver perguntas, pode fazê-las a mim. Sou a única pessoa com quem você precisa se preocupar enquanto estiver aqui.
Possessivo não é uma palavra forte o suficiente para Warner.
Delalieu relata:
— Temos uma acusação contra o Soldado Raso 45B-76423. Fletcher Seamus.  
— Fletcher. — Uma palavra vinda de Warner e várias centenas de pescoços estalam na mesma direção. 
Fletcher sai da fila.
Warner mira seus olhos para o homem gengibre. 
— Você nega essas acusações, soldado? 
As narinas de Fletcher dilatam-se. Seu maxilar tensiona-se. Sua voz falha quando ele fala.  
— Não, senhor. 
Warner acena com a cabeça. Toma uma fôlego breve. Lambe os lábios. 
E atira-lhe na testa.

No decorrer do livro vemos os sentimentos de Juliette por Adam e sua própria confiança em si crescer... e o seu desprezo e ódio por Warner também.

Eu não posso deixar de defender o meu preferido. Pra mim o Warner não é um vilão, ele seria um mocinho com um lado sombrio. E pra ficar registrado o Warner tem motivo pra ser assim e até pior, pelo jeito que ele foi criado pelo pai, na verdade ensinado a não sentir nem um tipo de emoção, a destruir qualquer coisa que estivesse em seu caminho, uma pessoa que desde novo viu e participou de muita destruição. E a única momento que ele mostra o seu lado bom é quando ele esta com a Juliette. Pra mim o Warner ao seu jeito ama a Juliette sim e ele só quer ser amado. Em alguns momentos vemos que a Juliette e o Warner são parecidos e por isso ele entende ela. E um acontecimento inesperado entre eles me deixa com esperança pelo meu querido Warner.

 — A vida é um lugar frio — sussurra ele. — Às vezes você tem que saber atirar primeiro.

A capa feita pela Editora Novo Conceito é linda, a tradução esta impecável. O única ponto negativo que alguns leitores poderiam não gostar é pela escrita diferente da autora, a todo momento no livro temos os pensamentos de Juliette incluídos, que são bastante densos e contraditórios e isso pode confundir algumas pessoas, mas na minha opinião esses estilhaços são um dos pontos forte do livro, são bem interessantes.

O final do livro responde algumas perguntas e deixa outras em aberto. Pode haver outros como Juliette? Os Rebeldes vão começar uma luta contra o Restabelecimento? Se sim, como Juliette e seus poderes vão ajudar nesse confronto. RECOMENDO!!!


 
+ favorito


Abaixo algumas capas de Estilhaça-me pelo mundo:

Clique nas fotos para ser levado direto ao site oficial da autora.




Comentários
10 Comentários

{ 10 comentários... comente você também }

  1. ain to louca pra ler esse livro :o
    vi uma menina lendo no ônibus e fiquei curiosa uashuhas *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jéssica se vc puder comprar ou pegar emprestado ... pegue e leia pq é muito bom adorei e recomendo!!!

      Excluir
  2. AI MEU DEUS eu to querendo ler esse livro tem meses mas sério depois dessa resenha só fez crescer a vontade!!! preciso desse livro urgentemente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caroline CORRA pra ler o livro porque é sensacional! Beijos

      Excluir
    2. Carolineee...
      menina o q tu ta fazendo q ainda nao leuuuuuuu?
      Como my friend Thaina disse, correeeeee! rs
      bjs

      Excluir
  3. A capa desse livro aqui no Brasil é linda demais, sério, mas eles fizeram uma cagada com a capa do segundo. Rsrsrs'
    Eu sempre quis ler esse livro, na verdade ele anda bem carinho, mas um dia eu compro, ainda mais sendo tão bem indicado aqui no blog e por todo mundo.

    ResponderExcluir
  4. AAAAAAAAh esse livroo! *---*
    Eu quero muito ler liberta-me!!!
    Pq eu amei esse!
    aDorei os persongens , menros Warner... =p
    mas confesso q tem outras capas mais bonitas do q a nacional, hien...
    =/
    Uma das melhores distopias q ja li!

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Este é um dos meus favoritos COM CERTEZA!
    Quero muito ler logo Liberta-me.
    Li Estilhaça-me quando lançou e tive que esperar até agora, imagina? KKKKK

    ResponderExcluir

^

- Copyright © 2013 Quatro Amigas e um Livro Viajante - Hospedado pelo Blogger -