Postado por : Thainá Cristina 28 maio 2014

Despedida de Solteira - Caleb
Trilogia: Despedida de Solteira #2
Autora: Mila Wander
Páginas: 566
Editora: Literata
Resenha por: Thainá Cristina
Caleb é um garoto de programa. Optou por essa profissão ainda muito novo quando passava por grandes problemas financeiros. Bonito, atraente, vaidoso e dono de um belo par de olhos azuis, por onde passa faz sucesso e chama a atenção da mulherada. Apesar de ser uma profissão incomum Caleb leva tudo muito a sério sendo super profissional, e segue a risca a regra que nunca, jamais, deverá se envolver emocionalmente com uma cliente. Porém tudo muda quando conhece Amande, a noiva que fora contratado para servir durante todo o final de semana em uma despedida de solteira pra lá de especial.

A primeira vez que fiquei sabendo de Despedida de Solteira da autora Mila Wander, foi através do Pinterest. Eu vi a capa e me apaixonei logo de cara e fui em busca de saber mais sobre o livro. Mais tardar li uma resenha no blog da Denise Costa e fiquei ainda mais interessada por ele. Eu fiz a festa, CLARO, quando vi o anúncio da autora dizendo que o livro, contado sob a perspectiva de Caleb, estava gratuito no Amazon. Baixei o e-book e coloquei no celular para ler e vou te contar, quando a leitura engrenou não consegui mais largar!

Eu devo dizer que a história me surpreendeu e de uma maneira positiva. Eu sou super pé atrás com autores/livros nacionais, devido a mil e uma coisas desde do comportamento do autor via redes sociais, à o conflito pessoal que tenho quanto a histórias fantasiosas em um plano de fundo comum e rotineiro para mim, e por ai vai. Então quando peguei Despedida já fui receosa quanto ao que leria, mas fico feliz de ter ignorado isso e seguido em diante com a leitura que se tornou bem prazerosa e já no final, nem mesmo o fato do e-book ter 8.815 páginas (566 no livro físico), me incomodava mais.

Mila acertou em cheio quando escolheu uma narração super leve e fluente, e é bem notório o crescimento em sua escrita com o desenrolar da história. Outra coisa que me chamou bastante atenção foi o fato de que a autora encorporou bem o personagem Caleb, e o fato dele ser super observador e algumas de suas manias (que em alguns livros deixariam o personagem fantasioso demais e mero fruto da imaginação da mulher), vestiu bem com o personagem.

Um dos pontos negativos que sempre gosto de citar em minhas resenhas e que me levou a classificar o livro com 4 estrelas, equivalente a uma leitura muito boa, foi o excesso de cenas de sexo que se tornaram para mim desnecessárias em algumas partes, principalmente em cenas aonde deveria fortalecer certos vínculos conquistados. Esse excesso me fez duvidar sobre a veracidade de alguns sentimentos colocados em pauta no livro e me fez sentir falta de mais diálogos nele, já que para mim 60% da narração se passa nos pensamentos do Caleb, e claro não podia ser diferente já que o livro é sob a perspectiva dele, mas muita coisa do livro fica em suposições sobre como se sente o outro lado da moeda, principalmente em uma cena envolvendo tal cheque aonde temos que ficar em suposições e interpretações de comportamento e tudo fica muito avulso, e sendo tal cena achei que faltou realmente um diálogo mais profundo e esclarecedor.

E sim, eu sei que esse é o segundo volume da trilogia Despedida de Solteira, e que isso pode sim afetar a minha leitura já que não li o primeiro, mas não digo que senti falta de diálogos apenas para que eu pudesse entender mais da história, mas pelo próprio Caleb, eu acho que poderia ser mais trabalhado e por isso defendo o fato de que a história seria muito mais bem aproveitada se a autora tivesse optado por uma narração intercalada e não livros separados.

Apesar disso eu indico o livro sim, ele me conquistou de uma maneira a qual não esperava. Vale o investimento, seja em e-book ou em livro físico, com toda certeza. ;)

"Amande ainda me olhava de um jeito profundo. Os olhos grandes, muito abertos, indicavam a guerra que se tratava no seu interior. Por um segundo quis estar exatamente lá, empunhando uma espada e finalmente matando o dragão que a impedia de dizer sim. O dragão chamado consciência, sensatez, discernimento. Não sabia seu nome, mas queria acabar com ele."

Curiosidade: A autora revelou que imagina o ator Ian Somerhalder como Caleb e atriz Keira Knightley como Amande, e eu super pude ver eles nos personagens! *_*

Comentários
14 Comentários

{ 14 comentários... comente você também }

  1. Thainá, se fosse eu olhando pela capa não teria vontade de ler, achei muitooooooooooo G magazine e desproporcional o corpo lindo com o queixo de menino de13 anos! (hihihihi), mas como nem tudo é capa, a gente tem de se permitir leituras desafiadoras e entender mais do que a história pretende contar. O que achei interessante é que contado pelos olhos do garoto de programa, as coisas sejam mesmo mais voltadas ao sexo e não ao diálogos visto que a profundidade dessa história gira em torno de como ele lida com isso! Fiquei curiosa!

    ResponderExcluir
  2. Eu realmente não conhecia o livro e também não sabia que se tratava de uma autora nacional. Para uma primeira impressão o livro não me agradou muito pelo fato de não ter tanto diálogo e sim cenas de sexo exageradas, alguns autores pecam nesse ponto, eu acho que o livro pode valer a pena ser lido mas ainda estou com um pé atrás em relação a essa leitura. Talvez eu mude de ideia, vou procurar ler mais algumas resenhas.
    Adorei a autora ter pensando no Ian para representar o personagem principal, esse homem é divino hahah ♥
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Thainá.
    Não conhecia o livro, mas o achei bem interessante. O fato de ser uma autora nacional me surpreendeu bastante.
    Que pena que o livro tem poucos diálogos, também preferiria se houvesse narrativa intercalada entre os personagens, pois assim teríamos o ponto de vista de ambos personagens.
    Mas, o excesso de cenas de sexo me "irritariam" um pouco. Não gosto muito de eróticos, mas gosto bastante de New Adults. Acho que alguns autores exageram um pouco nessa parte, o que torna a história nada crível. Gostaria de ver o desenvolvimento dos personagens, o romance florescendo, essas coisas.
    Bom, vou conferir o primeiro volume e ver se eu gosto.
    Que casal perfeito seria o Ian e a Keira Knightley =)

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia ainda esse livro...
    Mas como esse gênero está tão em alta, sempre tem 9854 livros que não conheço ainda.
    Mas enfim, estou selecionando bem minhas leituras hots, pois admito, está ficando bem cansativo para mim.
    Este até me chamou a atenção, mas terei de deixar mais para frente, e sim, também fico com raiva quando tem muitas cenas de sexo desnecessárias, parece que em todo lugar, todo cômodo, enfim... toda cena precisa de um sexo. Isso cansa =/
    Mas enfim, anotei a dica.

    ResponderExcluir
  5. Primeiramente, nao gosto de capas com pessoas, fotos, gosto de imaginario. Bom, eu adoro romances hot e ler um livro onde a propria autora ja imagina o protagonista como Ian, afff, me da arrepios. Achei interessante um livro sobre o ponto de vista de um garoto de programa. Li o Doce Veneno do Escorpiao tem muito tempo atras, mas, acho que nao tem nada haver, ja que um conta o dia a dia de uma garota de programa e este conta de um garoto que se apaixona.

    ResponderExcluir
  6. Comigo foi o contrário, eu olhei para a capa e pensei: ótimo para ter em ebook, porque para sair com um livro físico com essa capa não rola.
    Pior que muitos escritores nacionais que tem romances hot, vem optando por capas assim, sensuais, e eu não gosto, prefiro aquelas com mais mistério como os da Sylvia Day e E.L. James.
    E, adoro esse tipo de livro, mas nos últimos que li o excesso de cenas de sexo vem me incomodando, porque a gente percebe que tem momentos que não eram necessários
    E uma perguntinha, por acaso esse livro anteriormente era uma fanfic? Porque li uma fanfic com o mesmo título e enredo parecido que eu gostava muito e era nacional, estou pensando que é...
    Eu tenho bastante interesse de ler, vou até dar uma olhada na amazon

    bjs

    ResponderExcluir
  7. Parabatai, QUERO LER ISSOOOOOOO!

    ResponderExcluir
  8. A Caleb... Como grande fã de Ian eu amei o livro *-* e olha, a Thai quem me indicou! haha
    Li o livro nas duas versões e realmente gostei, e na parte do cheque queria entrar no livro e MATAR a Amande. Sério.
    Mas é isso, o livro é otimo e amei a resenha Thai :)

    ResponderExcluir
  9. Eu não gosto do gênero, nem tenho interesse em ler, gostei da sua resenha, mas não mudei de ideia quanto a ler o livro.

    ResponderExcluir
  10. Adoro esses livros Hot, Caleb parece ser um avassalador de corações... rsrs
    Fiquei bem instigada a ler o livro e conhecer melhor os personagens. Ele realmente consegue conquistar Amande mesmo sendo a despedida de solteira dela? Uau, torna o livro ainda mais atrativo... rsrs
    Quero muito ler.
    Ele é o segundo livro da série, mas pode ser daquelas séries em que uma história não se prende a outra né?

    Bjok

    ResponderExcluir
  11. Oi Thainá!
    Não sou muito fã de livros hot por achar que eles acabam sendo sempre meio parecidos, mas esse é o primeiro que vejo com um garoto de programa, gostei da criatividade da autora! Não fiquei muito ansiosa pela leitura, mas se estiver grátis na amazona de novo posso acabar decidindo ler...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Thainá!! Muito obrigada pela sua resenha! Amei!!!!

    Olha, na verdade você começou a ler o livro pelo segundo volume, e eu não recomendo! hahaha
    Mesmo a história sendo igual, os pontos de vistas precisam manter a ordem, só assim podem se complementar! Vou ser bem sincera contigo, eu só pretendia escrever a versão da Amande (era para o livro ser único), mas por pura pressão (hahaha) dos leitores, decidi pelo ponto de vista do Caleb. Só depois que decidi fechar em uma trilogia, escrevendo a continuação!
    Recomendo que você leia o primeiro livro, vai entender melhor muitas coisas! Garanto que não será cansativo ler a mesma história, pois o universo dos pensamentos da Amande é completamente diferente do universo dos pensamentos do Caleb! E essa acaba sendo a graça do livro!

    Um beijão enorme e, mais uma vez, MUITO OBRIGADA pela resenha! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Mila, obrigado por seu comentário aqui na resenha e por ter feito o ponto de vista do Caleb.

      Olha eu vou sempre defender histórias com narrativas intercaladas, não sou fã de ponto de vista pois acho que tira muito da história e prefiro a diálogos do que a personagens vivendo em seus pensamentos. No caso da Amande não senti necessidade de entender o que ela estava passando, acho que isso você deixou muito claro a dificuldade que ela tinha em se jogar no Caleb por completo, mas sim o dialogo que deveria ter acontecido entre ambos pra que fosse justificável diversos momentos entre eles, seja em qual ponto de vista eu estivesse lendo pra mim faltou dialogo entre o casal. O leitor tem uma noção do que está acontecendo, mas e o Caleb? E é disso que senti falta. Ainda defendo que os livros possam ser lidos separadamente sim, no livro da Amande eu me perguntei a mesma coisa, "porque ela não disse isso a ele? Cadê o dialogo?" Na cena do cheque quis matar a Amande por não conversar com ele e colocar o pingo nos "is". kkkkkkkk

      Na verdade tive a vontade de matar a Amande mais de uma vez mais ok kkkkkkk

      Excluir
    2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Entendo!!!! <3

      Obrigada pela sua crítica, lindona, isso me fará mais atenta nas próximas obras!
      Um abração!

      Excluir

^

- Copyright © 2013 Quatro Amigas e um Livro Viajante - Hospedado pelo Blogger -