Postado por : Patricia Gonçalves 25 junho 2013


Título:O Hipnotista
Autor: Lars Kepler
Páginas:480
Edição: 
2
Editora: Intrínseca
Ano: 2011
Resenha por:
 Patricia Gonçalves
Uma curiosidade que eu queria deixar antes de começar a resenha, é que esse livro foi escrito por um casal de autores. Eles usam o pseudônimo de Lars Kepler, mas na verdade é Alexandre Ahndoril e Alexandra Coelho Ahndoril. Ela portuguesa e ele sueco, além de serem casados. O que já começou chamando a minha atenção foi a capa do livro, num degradê lindo vermelho e com a tesoura manchada. E garanto que o livro é tão cativante quanto a arte da capa!

- Ai meu Deus. – gritou. – Eles foram chacinados... Crianças foram chacinadas... Não sei o que fazer. Estou sozinho e todos estão mortos.

Em minha opinião, o livro não tem exatamente alguém principal, pois os autores colocam alguns personagens e vão trabalhando na visão deles durante toda a narrativa. Ou seja, enquanto um está no lado A da cidade, o outro está no lado B, temos noção do que ocorre com ambos. Achei isso muito interessante porque nos dá uma idéia mais ampla da trama. Além de nos ajudar a compreender como os personagens reagem e pensam sobre as coisas que acontecem.

O estopim é o assassinato de uma família inteira com requintes de crueldade e brutalidade, apenas o filho sobrevive. Daí então começa uma verdadeira caçada sobre quem poderia ter cometido o crime. Apenas um dos filhos sobrevive, mas Josef fica em coma, devido aos graves ferimentos que sofreu. E Jonna, o investigador do caso resolve chamar um médico hipnotista chamado Erik, para que possa fazer uma sessão com Josef e descobrir o que o garoto se lembra do crime.

No meio desse rolo todo, vamos descobrindo um pouco mais sobre o passado de Erik e logo no começo, ficamos sabendo que o hipnotista havia prometido nunca mais realizar hipnose em um paciente. E por causa de uma decisão que ele toma, em certo momento do livro, até sua família acaba envolvida nesse caso do assassino. Não posso deixar de comentar também que o passado do médico é cheio de mistérios e que contribui para vários acontecimentos eletrizantes no livro. Perguntas vão surgindo a todo o momento e não tem como largar o livro, é impressionante com você vai percebendo a complexidade de tudo.
 
 A porta é fechada cuidadosamente. Simone tenta pedir socorro, mas não sai nenhum som. Seus olhos se fecham, ela respira com dificuldade, pesado, sem inspirar ar suficiente. Tudo fica negro.

A narrativa tem pontos positivos e negativos. Se você não gosta de detalhes muito mórbidos sobre sangue, corpos, mortes, vísceras e similares, isso pode ser um ponto ruim, principalmente quando os policias chegam nas cenas dos crimes, a descrição das vitimas é bem detalhada e realista. O ponto bom é que os autores conseguem descrever muito bem as cenas de ação, te transportando pra dentro das perseguições. 

Tive dificuldade principalmente com nomes porque a história se passa na Suécia, devido a isso, alguns nomes de pessoas e lugares são difíceis de entender, especialmente para uma leitora com Dislexia como eu. Por isso, ignorei alguns nomes e segui em frente. Mas isso não atrapalhou no entendimento da narrativa.

Recomendo para leitores que adoram um livro de ação policial com pinceladas de suspense de alta qualidade e narração bem descritiva! :D







Comentários
11 Comentários

{ 11 comentários... comente você também }

  1. Oi Patricia, adorei a resenha! O Hipnotista foi o estopim, foi o motivo que me fez criar coragem e criar o Jantando Livros, depois que eu terminei de ler eu precisava comentar esse livro com alguém hahahahahaha
    Eu adoro esses suspenses policiais e O Hipnotista é um prato cheio! Os autores conseguem nos envolver em uma trama bem amarrada e fantástica!
    Comprei O Pesadelo na promo que teve no Sub 5 por 50, deve ser uma das minhas leituras de férias.
    Beijos!

    Gustavo Valim
    http://jantandolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Esse é um dos que mais fiquei querendo ler dos autores (muito bacana essa coisa do casal né? Adorei quando vi isso!) e parece ser o melhor. Achei ao menos...sei lá se vou ter chance de ler, mas queria muito!

    ResponderExcluir
  3. Não tenho nada contra corpos e vísceras, na verdade adoro esses detalhes que dão mais realidade a estória. Achei interessante também o livro ser escrito por um casal. Vou coloca-lo na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  4. Adoro livros policias, e que bom que os autores (um casal, que legal) conseguem descrever bem as cenas de ação, sem isso um livro desse gênero não rola! Me interessei :)

    ResponderExcluir
  5. Oiie
    Nao sou fã d livros policiais..
    Mas tbm acho linda a capa, esse vermelho chama muito atençao...
    É serio q eles descrevem muito o crime? nussa, nao iria gostar disso nao..
    Por mais q seja um livro bom, como vc falou, passo pra qm gosta d livros do genero.. rs

    bjinhos
    Pam
    Meus Livros Preciosos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha para quem n gosta fica meio dificil, mas eu amo demais e tenho ctz que é bom :p talvez vc só precise dar uma chance para um livro policial mais leve haha

      Excluir
    2. éeh pode ser..
      Ontem no evento da intrinseca tanta gente falou bom desse livro.. mas acho q nao lerei agora.. acho q preciso de um mais leve primeiro msm...rs

      Excluir
  6. Poxa, esse é bem um dos livros que eu quero ler... com muito sangue o// ahuahua

    Na realidade gostei dele por causa da historia. Parece ser uma daquelas q fazem a gente querer ler e ler e n parar mais, só para chegar ao final. :)

    Sua resenha ficou ótima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tbm acho q o livro desperta curiosidade (pelo menos parece..)
      mas tem q ser meio sangue frio né..
      lê e depois comenta tbm.. \o/

      bjs

      Excluir
  7. Eba estrelinhas máximas para um livro dos meus desejados \o/
    Amo quando um livro que eu quero é bem comentado. Enfim, o livro parece ser ótimo e espero que supra minhas expectativas, hehe.

    ResponderExcluir
  8. Tenho vontade de ler esse livro desde que o vi pela primeira vez não sei o que me chamou a atenção nele, mas sou muito curiosa, vi muito livros desse autor, mas não tive a oportunidade de ler nenhum, e eu adorei a capa desse livro talvez seja isso que mais me atraiu nele.

    ResponderExcluir

^

- Copyright © 2013 Quatro Amigas e um Livro Viajante - Hospedado pelo Blogger -