Postado por : Thainá Cristina 04 outubro 2013


Título: Nada É Para Sempre
Série: Garota <3 Garoto #1
Autora: Ali Cronin
Páginas: 272
Editora: Seguinte
Resenha por: Bruna Souza
Sou uma pessoa que AMA romances (muito!) e por que não, clichês? Em minhas pesquisas caçando livros, descubro a série Garota <3 Garoto da autora Ali Cronin publicada aqui no Brasil com o selo da editora Seguinte. A série conta a historia de um grupo de amigos em que temos cada amigo como protagonista de cada livro.

Em “Nada é para sempre”, primeiro livro da saga, temos Sarah como personagem central, que é conhecida como a certinha e muitas vezes até careta entre seus amigos. Sarah faz uma viagem de férias com seus pais e irmão mais novo à Espanha, e em uma tarde de tédio na praia ela conhece o universitário Joe. E foi isso, se encontraram mais algumas vezes e com um pouco de charme Joe consegue o “pote de ouro” da garota. Eis minha opinião: Para uma garota que todos chamam de careta como a Sarah, ela cedeu sua virgindade rápido demais, e o que é pior, a um cara que ela mal conhecia!!

Mas voltando ao foco... As férias acabaram e Sarah volta a sua vida de colegial longe de seu “amor” Joe, e ai acontece a catástrofe, ela se torna uma personagem terrivelmente apaixonada que perde o foco na vida, tendo os seus pensamentos voltados somente para Joe.

Todos (eu disse TODOS!) percebem que o cara não quer nada com a garota (além de sexo, claro) e vendo o estado de Sarah que está alucinando com um namoro inexistente tentam abrir o olho da amiga, mas ela sempre tem uma desculpa (das quais ela realmente acredita) na ponta da língua para as negligencias do rapaz.

Conforme a história se desenrola conheceremos os outros personagens, mas como o livro é narrado em primeira pessoa, só conseguimos ver o que Sarah quer ver quando não está focada em seu relacionamento estranho com Joe. Mas gostei bastante da relação dos amigos, uma relação que contém uma forte ligação entre todos eles (quatro meninas e três meninos).

Entramos totalmente no mundo adolescente, Ali Cronin trata de assuntos e usa vocabulários totalmente jovens, consigo até imaginar alguns diálogos das amigas.

Apesar de sentir raiva e me irritar (com freqüência alias) com a Sarah e sua “ingenuidade” infinita, gostei do livro e estou ansiosa para ler o próximo “Dizem por ai” que tem Ashley como a protagonista e que promete novas aventuras e nada de um amor cego.



Comentários
4 Comentários

{ 4 comentários... comente você também }

  1. Oi flor!

    Olha, eu sinceramente me irrito muito com os clichês. Pra eu ignorá-los o livro tem que ser MUITO bom e me prender. E eu não acho que isso aconteceria com este livro. Tenho problemas sérios com histórias em primeira pessoa quando não curto o protagonista, e já senti "raivinha" dela só de ler a resenha. Não sei, acho que eu iria implicar com o constante blablabla da garota sobre o tal Joe, deve ter sido irritante. Enfim, não planejo lê-lo, mas gostei da resenha como sempre :D

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu também gostei muito desse livro, mas assim como você, me irritei constantemente com a Sarah, ela em minha visão, é muito ingênua. Mas mesmo assim, quero ler o próximo livro pra ver se ela irá amadurecer mais, rs.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Bruna,
    Ainda não li NENHUM livro da série mais estou muito afim dos livros..também gosto de um bom romance clichê..

    ResponderExcluir

^

- Copyright © 2013 Quatro Amigas e um Livro Viajante - Hospedado pelo Blogger -