Postado por : Alessandra Regina 27 junho 2014

Por que escrevemos sobre livros? há algum tempo venho pensando nesta resposta...


Acho que a frase da qual gosto muito, “Ler é viver duas vezes”, se aplica muito bem aqui. Pois bem, não felizes em viver duas vezes, decidimos viver três vezes, é assim que eu me sinto quando escrevo uma resenha. Toda aquela emoção vivida durante a leitura é revivida intensamente. 

Como escrever sobre um livro é o último passo antes de começar outro (pelo menos no meu caso), a resenha acaba sendo uma espécie de adeus. É como se eu dissesse: "Obrigada por me receber, vou dizer aos meus amigos como foi bom essa temporada contigo.”

Uma vez eu li que os livros são organismos vivos, e nada poderia ser mais assertivo que isso. Cada página, cada personagem, cada história deixam sua marca, nos inundam de emoções, sejam elas quais forem, e não nos deixam dúvidas, esta experiência é mais viva e intensa do que muitas realidades que vivemos.


Os escritores também costumam dizer que livros tem vida própria. Não é raro de se ouvir que um livro foi concebido a partir de uma ideia, mas durante sua execução essa se modificou bruscamente, tomou rumo próprio. Claro, ela não se escreve sozinha, e essa é a mágica de ser escritor, ser o receptor de algo extraordinário que lhe vai permitir, interagir, enriquecer e modificar um texto. Ele transforma a história e a história transforma você.

Creio que essa seja a razão de alguns escritores chamarem seus livros de filhos. Os livros não têm dono, eles são do mundo, e como tudo que está no mundo, eles darão alegrias, mas também serão julgados.


Não temos um blog para vender livros e, muito menos, para ganhar livros, o intuito não é manipulá-lo a ler algo que talvez não seja do seu interesse, a intenção aqui é dividir experiências, alegrias e emoções. Então, quando alguém faz um comentário como: “senti sua empolgação quando li sua resenha”, nos fica a deliciosa sensação de dever comprido. O prazer em ler é parte intrínseca de todos nós, uma parte nossa fica impressa nessas linhas, e nada nos seria mais recompensador do que proporcionar, através destas linhas, uma boa e prazerosa leitura.

É por isso que temos um blog, é por isso que escrevemos sobre livros, porque decidimos viver três vezes: Uma em nossas vidas, outra com nossos livro e a outra com vocês.

Comentários
7 Comentários

{ 7 comentários... comente você também }

  1. Alessandra eu concordo em número gênero e grau, escrever sobre o que lemos é ler três vezes! E recordar é viver... Então revivemos e recordamos os sentimentos que tanto nos causam sensações diversas sem ter de sair de casa!

    ResponderExcluir
  2. Oi querida!

    Adorei sua comparação da resenha com um adeus. Nunca tinha pensado por esse lado, mas realmente é isso que fazemos. Amei o texto, de verdade, flor.

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto, e apesar de eu não ter o costume de escrever sobre o livro, gosto muito de falar sobre ele *-*
    Eu adoro suas resenhas, elas realmente transmitem o que vc sentiu ao ler cada livro ^-^

    ResponderExcluir
  4. Nossa Alê, você me fez lembrar a minha resenha de estranha perfeição. Senti uma vontade tão louca de escrever a resenha dele, que ao terminá-lo corri para o computador. É incrível essa paixão que cada livro deixa e como nossa necessidade de nos despedirmos dele fica mais e mais forte a cada página final. Adorei o texto.

    Beijos, http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Adorei o texto, ficou simplesmente maravilhoso, eu recentemente decidi entrar para a vida de blogueira e é igual você falou mesmo, quando a gente está fazendo uma resenha, parece que estamos nos despedindo de um livro e vivemos através da resenha tudo de novo, lembramos de cada momento de leitura e é simplesmente maravilhoso, gostei bastante também de você dizer que você não tem um blog para vender livro, pois algo essencial em uma blogueira, tanto literária quanto de outro assunto é a sinceridade, pois do que vale escrever algo só para agradar fulano e não para expressar sua opinião? Enfim, eu adorei o post mesmo, ficou incrível <3

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  6. “Ler é viver duas vezes” concordo muito com essa frase, e é essa nossa sede de viver que nos torna viciadas em livros.
    Resenhar também deve ser uma ótima maneira de falar sobre os livros que gostamos e os que nos irritaram, ainda mais quando não se tem com quem falar né... eu continuo falando sozinha rs
    E de filhos dos escritores, tornam-se nossos filhos, nossos bebês. Não deve ser fácil para eles ouvirem as críticas, mas faz parte.
    Deve realmente ser incrível conseguir passar para os leitores do blog todos os sentimentos que têm quando falam de um livro que tanto amam e ver que as pessoas capturaram isso, e melhor ainda é ver vocês respeitando o ponto de vista de nós, leitores, quando pensamos diferente, é por isso que dá gosto de vir até aqui conferir tudo
    E nada melhor que fazer o que gosta!
    Tem livros que grudam em mim por meses, acho que vou começar a resenhar para mim mesma só para ver se consigo me despedir rs

    bjos

    ResponderExcluir
  7. Concordo com o texto, também me sinto muito feliz quando finalizo uma resenha, algumas vezes tenho vontade de pegar o livro e deixar do meu lado, só para ter mais um tempinho com a história...Ao mesmo tempo uma das minhas maiores alegrias é mergulhar em outra, com novos personagens e novos enredos. Não há como não comparar um livro com um filho para o escritor e deve ser uma alegria cada novidade daquele mundinho que eles criam.
    Beijos!

    ResponderExcluir

^

- Copyright © 2013 Quatro Amigas e um Livro Viajante - Hospedado pelo Blogger -