Postado por : Thainá Cristina 24 maio 2013


Meu namorado é um zumbi
Diretor: Jonathan Levine
Atores: Nicholas Hoult, 
Teresa Palmer e John Malkovich
Gênero: Comédia Romântica
Ano: 2013
Resenha por: Thainá Cristina
Eu nunca tinha ouvido falar da história de R. Foi quando lançaram o trailer e vendo o alvoroço todo em cima do filme Meu namorado é um Zumbi que fiquei curiosa e fui procurar mais sobre essa história que me fascinou.

Foi "gogleando" por aí que fiquei sabendo que a história dirigida pelo diretor Jonathan Levine é uma adaptação do livro "Sangue Quente" do autor Isaac Marion, que inclusive já foi resenhado aqui no Quatro Amigas por mim e você poderá saber mais sobre a história e porque do meu fascino por ela clicando aqui. Bora falar do filme?! \o/

No filme vamos conhecer a vida e o cotidiano do jovem R (Nicholas Hoult), que recentemente foi transformado em um morto-vivo. Ele está nos estágio iniciais de sua transformação, então não fede como um, tem sua carne ainda em seu corpo e pode se passar por um humano. Ele divide seus dias entre seu amigo também morto-vivo M (Rob Corddry), colecionar coisas que pega em suas idas a cidade para um "lanchinho humano", e se questionar sobre sua vida. Do outro lado da cidade num abrigo de humanos, vamos conhecer o general Grigio (John Malkovich) e sua filha Julie (Teresa Palmer), que está saindo do abrigo com sua amiga Nora (Analeigh Tipton) em uma equipe de busca de suprimentos liderada por seu namorado Perry (Dave Franco). O dia de busca da equipe em que Julie faz parte, cai justamente no dia em que R está na cidade fazendo uma "boquinha", e é nessa busca que veremos o início de um relacionamento nem um pouco convencional entre uma humana e um zumbi, já que comer o cérebro de um humano, um zumbi pode por alguns minutos ter acesso a memórias do dono do cérebro comido, e é comendo o cérebro de Perry que R passa a ter sentimentos por Julie. Ele a ajuda a sair viva do local do massacre humano e passa a protegê-la desde então.


Essa foi uma das poucas adaptações que para mim conseguiram captar a essência da escrita do autor e da história num geral. Canso de dizer que não é tão difícil fazer tal proeza e Meu namorado é um zumbi mostra bem isso. Numa época aonde aniquilar a história original e fazerem seus reais autores ou rolarem de seus túmulo ou terem uma baita dor de cabeça com sua brilhante obra sendo massacrada nas mãos de roteiristas que no mínimo não leram a obra ou pior leram mas não entenderam a moral da história, você deve concordar comigo que conseguir captar a essência da história é no mínimo raro, e fazer de forma bem sucedida um MILAGRE.

Geralmente quando vemos algumas adaptações cinematográficas de obras literárias, perdemos a conta de quantas cenas foram alteradas, cortadas e outras tantas incluídas no contexto. Mas com Meu namorado é um zumbi eu vivenciei algo totalmente diferente. Todo tempo assistindo ao filme eu me lembrava das passagens e até das falas! Essa não foi uma daquelas adaptações que você passa o filme inteiro se perguntando se havia essa ou aquela outra cena no livro e vai lá conferir se tinha mesmo ou não. O tempo todo que assisti a esse filme foi como se eu tivesse lendo o livro de novo. É muito bom assistir ao um filme e ver que uma história que você tanto gostou não foi desfigurada, pelo contrário! Todos os mínimos detalhes desde do figurino até as falas foram colocadas minuciosamente pela equipe do diretor Jonathan Levine. Eles merecem uma salva de palmas por isso.

O livro é regado de sarcasmo e a equipe do filme soube levar esse tom de maneira certa pras telas. Eu captei em algumas partes, piadas ainda que de leve de alguns clássicos literários. Um desses momentos foi quando Julie fica na sacada de sua casa conversando com R, isso me fez lembrar bastante de Romeu e Julieta na cena logo após a festa na casa dos Capuletos quando eles conversam sobre seus sentimentos. Eu sinceramente não pude deixar de rir com essa leve comparação.

Eu gostei bastante de algumas atuações. Nicholas Hoult ta super R! Reparem como que até correndo, ele fica todo envergado igualzinho a um zumbi! Sim, eu reparei nisso. A única  pessoa que eu trocaria seria a atriz Analeigh Tipton que interpreta a melhor amiga de Julie, Nora. Não me leve a mal, não tenho nada contra a atriz ou sua atuação, mas a aparência física dela não combina em nada com a descrição do personagem no livro que tem sua pele comparada a um café cremoso e seus olhos da cor de terra marrom. Fora que cortaram o senso de humor do personagem que rende ótimas falas no livro.

Senti falta apenas de três cenas no filme, mas isso passa desapercebido por quem ainda não chegou a ter o privilégio de tocar na obra do autor Isaac Marion. Três dessas cenas envolve bastante o cotidiano da vida de um morto-vivo e é garantia de boas risadas. Uma mostra o casamento de um zumbi e a vida após o casamento, outra a relação sexual entre dois zumbis, é eu sei! Seria meio nojento assistir a isso, mas no livro, Isaac Marion soube abordar esse tema de maneira descontraída. A última cena em que senti falta foi a maneira como R entra no estádio para alertar Julie. Foi bem engraçada e fiquei rindo alto enquanto lia a cena e imaginando como seria isso no filme. Pena que não colocaram essa cena. Tenho certeza que arrancaria boas risadas dos telespectadores.

Um outro detalhe que pode ter passado desapercebido por aqueles o qual ainda não leram o livro, é que no inicio dos capítulos podemos ver algumas ilustrações que mostram uma parte do corpo humano, podemos deduzir que seria o corpo de R, e como cada parte do corpo dele é transformado pela aproximação de Julie. Achei legal que até isso eles levaram pras telinhas! É pra amar ou não?!  


Eles modificaram o final, mas pra mim não fez mal algum ao não ser uma coisa que acontece com M e que achei super legal no livro. Eu poderia mencionar aqui, mas isso seria um baita spoiler que incluiria o final do livro e não seria justo com que ainda não teve, porém deseja ter, a oportunidade de ler "Sangue Quente". Super recomendo tanto o livro quanto o filme ;) 






Comentários
12 Comentários

{ 12 comentários... comente você também }

  1. Sério que adorou o filme? Porque eu estou com "a pulga atrás da orelha" quando a adaptação cinematográfica. Li o livro e adorei! O R é muito extrovertido, me fez mudar totalmente o meu conceito sobre zumbi. Até tinha um pouco de preconceito com a história, pois sou acostumada com os zumbis de TWD, os que não pensam só agem por extinto... Mas o livro é maravilhoso, não tem como não amar o R *-*
    Bom, essa é a primeira resenha do filme que leio e você conseguiu me convencer a assistir o filme.

    Bjão
    http://pensandoemlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanda entendo seus medos e não é qualquer adaptação cinematográfica que agrada aos fãs do livro. Mas o filme ñ me desagradou, eu realmente curti oq fizeram! Pode se jogar sem culpa! Acho que gostará do resultado ;)

      Excluir
  2. Esse foi um das poucas adaptações que amei de verdade,porque foi bem fiel ao livro,mesmo que com algumas omissões e adaptações.

    Adorei o post!!!

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia fico feliz que você tenha curtido o post <3
      Eu também curti bastante o resultado do filme!

      Beijos

      Excluir
  3. Parabéns pela resenha Thaína, amei. Não canso de ver o filme, sou apaixonada pelo R. Estou louca pra ler o livro, que com certeza vou amar também. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigado meu amor <3 Leia o livro você irá amar, R é muito amor!

      Excluir
  4. Eca... comer o cérebro de um humano.. Esse sem sombra de duvidas não da pra mim assistir. Acho que vou ficar nauseada. kkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Como todas as adaptações que assisto, tiveram partes bem legais, totalmente fieis ao livros e outra nem tanto. Contudo concordo com você em relação a o roteiro não ter dado aquela fugida total do livro, eles souberam como fazer as coisas. Eu amei a voz do dublador do R, ficou perfeita aquela voz. Eu acho que teve varias partes engraçadas do livro que não foram abordadas mesmo assim amei, amei.

    ResponderExcluir
  6. Eu vi, eu vi eu vi... no cinema!!!
    Gostiiiiiiiii demais!
    To doida pra ver d novo, mas meu pc nao para d trolaaaaaaaaaaaaaaaaaar!

    Eu só queria q o filme tivesse um pouco mais de detalhes q encontramos no livro..
    Queria ver melhor o "M".. ele quase nem fala direito, poxa!
    queria o: "Como... é?' "o que?" "sexo vivo".. HAHAHAHAHAHAHHAHAAHA (dialogo é mais ou menos isso)........ AIN GOD, adoro zumbis ! =D

    ResponderExcluir
  7. Cara, n tenho vontade de assistir ao filme, mas provavelmente vou ler o livro. Gosto bastante dos zumbis de TWD, mas acho q n terei problemas com esses

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido... nao assista o filme pensando em TWD.. pq nao tem muito a ver nao..
      se for ver esperando aquele estilo, va ter um pouco d decepção... ms eu adoro a série e o filme!! =D

      Excluir
  8. Tenho que dizer que no começo fiquei apreensiva. Achava que iriam destruir os Zumbis e apesar de não serem como eu gosto, achei a mensagem bonita e um romance fofo. Amei =)

    ResponderExcluir

^

- Copyright © 2013 Quatro Amigas e um Livro Viajante - Hospedado pelo Blogger -